Tipos de sensores: quais são eles e como aplicá-los na indústria
Automação Industrial

Tipos de sensores: quais são eles e como aplicá-los na indústria

Os sensores são conhecidos pela sua capacidade de detectar estímulos físicos, químicos ou biológicos e dar respostas por meio de sinais de advertência.

Atualmente, existem sensores para os mais diversos usos, como em portas, leitores de código de barras, elevadores, automóveis, equipamentos médicos, agrícolas, etc.

Os sensores desenvolvidos especificamente para as indústrias surgiram há mais de 60 anos e podem ser aplicados em ambientes e condições variadas, trazendo mais segurança, praticidade e eficiência às fábricas.

Para saber mais sobre o seu conceito, tipos de sensores e onde adquirir, continue a leitura deste conteúdo que a Kalatec preparou para você. Vamos lá!

O que são sensores industriais?

Sensores industriais são dispositivos que verificam movimentações nas máquinas industriais, detectando, medindo e controlando a quantidade de materiais, direções, velocidade, níveis, temperatura, posição, etc. 

Dependendo do tipo, também checam tensão ou corrente. Seu trabalho é transformar em informações, sinais elétricos ou sonoros, essas variáveis físicas, elevando a eficiência dos processos de produção.

Existem também sensores desenvolvidos especialmente para garantir a segurança dos funcionários que estão na linha de produção, sinalizando quando ocorre alguma irregularidade nos processos, ou quando a sua integridade física está em risco.

Os diferentes tipos de sensores podem, por exemplo, ser controlados por um PLC (CLP) e ser usados para medição de nível de fluidos, contagem de produtos, checagem de embalagens, em robôs, etc. Os dados são transmitidos pela rede PROFIBUS e podem conter informações de controle, diagnósticos e outros dados relevantes no processo.

A sua utilização ajuda a seguir normas industriais, padronizar processos, aumentar  a qualidade dos itens produzidos, reduzir desperdícios e muitas outras vantagens. 

Você sabia que a Kalatec também trabalha com Máquinas Especiais feitas sob demanda para a necessidade de cada negócio. Saiba mais!

Tipos de sensores e suas aplicações

Como existem diversas formas e modelos de sensores, com funcionalidades específicas, é necessário estudar o ambiente em que eles serão instalados, e checar aspectos relacionados à sua atuação, que podem interferir no desempenho.

Analisando fatores como a incidência de luz ou calor, fica mais fácil escolher o modelo ideal e alcançar melhores resultados. Conheça os tipos de sensores principais: 

tipos de sensores e suas aplicações

Sensores indutivos

Adotados para detectar elementos metálicos, como ferro, alumínio, aço, latão, etc.

Algumas versões têm sinalizadores luminosos para melhor visibilidade e agilidade na descoberta de irregularidades. Têm alta durabilidade, vedação e precisão.

Funcionam por indução eletromagnética, por meio de um circuito oscilante que produz campos eletromagnéticos entre a massa metálica e o sensor, gerando alteração de nível na saída do oscilador, que responde com um sinal.

Sensores capacitivos

Identificam os níveis de líquidos e sólidos, além de qualquer tipo de componente não metálico, como: madeiras, resinas, cimento, cerâmicas, vidros ou plásticos.

Têm formato fino e seu trabalho é fundamentado na alteração da capacitância da placa detectora. Ele é acionado quando identifica a presença do item a uma determinada distância.

Pode ser usado para medição precisa de grandezas físicas como aceleração linear e angular, torque e força. Também é muito empregado em silos, no controle de nível de grãos; ou na detecção do conteúdo de caixas, por exemplo.  

Sensores Fotoelétricos

Percebem produtos e elementos de máquinas automáticas, sem contato físico.

São empregados em equipamentos de controle e enviam informações da produção, como tipo de material, coloração, luminescência, distância e contraste.

Há versões com controladores de segurança para proteger dedos, mãos e braços dos funcionários.

Sensores de Fibras Ópticas

Analisam os padrões de fabricação, identificando marca, distância, contraste, material, etc. Podem detectar vazamentos e incêndios, além de medir a temperatura em longas distâncias.

É composto por fibras por barreira ou fotosensores e há versões com lentes. Com potência elevada, se ajustam a diversas condições de trabalho de forma automática.

Você também pode se interessar por: saiba tudo sobre Controle de Temperatura para indústria.

Sensores Lasers

Têm estrutura não tubular, com alta resolução, sendo aplicados nos mais variados projetos. Sua função principal é checar as válvulas lineares ou cilindros pneumáticos.

Sua sensibilidade e precisão são maiores, quando comparados aos sensores fotoelétricos comuns.

Sensores Ultrassônicos

Microprocessados, esses sensores podem ter saída analógica em tensão ou corrente, ou saída digital dupla, ou simples. Possuem transmissores que detectam formas e objetos e, em algumas versões, identificam folha dupla.

Contam e monitoram produtos, detectam a posição de materiais em pó, granulados ou fluidos. Consegue identificar, sem contato, a altura, a curvatura e o enchimento de itens diversos.

Sensores Transdutores Lineares

São resistentes a ambientes instáveis, como os contaminantes ou com poeira, e ajudam o operador a detectar partes sem contato, prevenindo desgaste de peças e prolongando a vida útil de equipamentos.

Com alta resistência mecânica, esse sensor é indicado para aplicações que envolvam vibrações e choques.

Onde comprar sensores industriais?

Onde comprar sensores industriais?

Para adquirir os sensores industriais sem medo, encontre um fabricante com experiência no mercado e que disponha de equipe especializada para sanar dúvidas e ajudar a escolher os modelos ideais para a sua aplicação.

É essencial adquirir produtos com alta qualidade e precisão, para aproveitar os seus benefícios, que incluem aumento da produtividade e segurança nas atividades industriais.

A Kalatec se destaca no setor por suprir as necessidades de seus clientes e ir além, sendo reconhecida como a empresa com maior portfólio de produtos de automação industrial do Brasil, com um dos maiores estoques.

De acordo com o indicador ICEI (Índice de Confiança do Empresário Industrial), divulgado em maio deste ano, a confiança dos empresários do setor de máquinas e equipamentos está com 62,3 pontos, em um índice que vai até 100 pontos.

Esse valor é considerado alto e revela que as atividades industriais no país passam por um período positivo, o que significa que o investimento em dispositivos para a linha de produção é algo positivo.

Conheça a mais completa linha de produtos para automaçãõ industrial.

Conclusão

Notamos nesse artigo que: além de identificar dados relevantes para o controle da produção, como a contagem de itens e a checagem de níveis e velocidade, os sensores industriais ainda garantem a segurança dos operadores de máquinas.

Aprendemos que os diferentes tipos de sensores ajudam a inserir de vez as indústrias em um cenário de automação moderna, regida pelos conceitos de manufatura avançada.

Assim, concluímos ser essencial contar com o trabalho dos sensores em qualquer empresa para otimizar os processos e atingir resultados ainda melhores.

Posts relacionados

Edilson Cravo

Edilson Cravo

Engenheiro de Aplicação da KALATEC, 23 anos de experiência com mais de 5000 visitas únicas em Indústrias. Especialista em Automação Industrial e apaixonado por Servos Motores, foi treinado nas fábricas EMERSON MOTION CONTROL, YASKAWA, WEG, DELTA, HNC, LEADSHINE e ESTUN. Foi consultor de projetos no Instituto Nuclear Brasileiro, Embraer, Rede Globo, USP (Projeto Inspire) entre outros.

Veja também