Guia linear: o que é, tipos e dúvidas comuns sobre o tema
Automação Industrial

Guia linear: o que é, tipos e dúvidas comuns sobre o tema

A partir da década de 80, as guias lineares foram inseridas na indústria e passaram a fazer parte dos processos, gerando facilidade e substituindo a técnica de barramento.

Isso contribuiu para melhorar o desempenho das máquinas e, consequentemente, a performance das linhas de produção.

Com baixo custo e vida útil extensa, as guias lineares são um dos componentes mais importantes de um sistema de automação industrial.  

Mas, afinal, o que é guia linear? Quais são seus modelos e onde pode ser aplicada? Continue a leitura para conhecer as respostas!

Saiba tudo sobre as Guias Lineares da Kalatec

O que é guia linear? 

Guia linear é um sistema de movimentação retilínea idealizado para deslizar cargas com suavidade e precisão, percorrendo um trilho padrão. Ela alcança o comprimento de até 4000mm. 

O trabalho de uma guia linear se fundamenta em um sistema de movimentação baseado nos princípios de rolamento, conseguindo manter a trajetória de itens e outras peças em uma máquina.

Trata-se de uma alternativa à técnica de barramento convencional, operando em alta velocidade e com precisão de posicionamento.

Tem larga faixa de temperatura de operação (entre -10℃ e 80℃), e pode ser instalada em qualquer posição, sem comprometimento de sua vida útil.

saiba quais são os principais modelos de guias lineares

Qual a função de uma guia linear? 

A guia linear faz o deslocamento de elementos e a integração entre componentes de um sistema. Com seus movimentos suaves, ela reduz os ruídos e o atrito entre peças durante sua operação.

Esse conjunto de peças suporta cargas variadas, transportando-as em muitas direções, com precisão e eficiência, mantendo as condições de velocidade e torque.

Consegue fazer a recirculação de rolamentos e esferas, formando um sistema integrado a um trilho de deslocamento.

Esse elemento é utilizado em setores da indústria como: 

  • montadoras de automóveis;
  • moveleiras;
  • farmacêuticas;
  • autopeças;
  • alimentícias; 
  • equipamentos hospitalares; etc.

Podem ser aplicadas em máquinas operatrizes, de solda, de processamento de materiais e de corte. 

Também são usadas em robôs industriais, CNCs, tornos, mandrilhadoras, impressoras, seccionadoras, entre outros diversos equipamentos industriais.

Assim sendo, observamos a importância de se investir em produtos versáteis como as guias lineares.

De acordo com um relatório da Bain & Company, citado pelo site TIInside, “mais de um terço dos executivos planeja ampliar os investimentos em automação em 2021”.

Modelos de guias lineares e suas características 

Agora que sabemos o que é guia linear, falaremos agora sobre os principais tipos existentes.

Guia linear de trilho

Baseia-se no princípio de rolamento com um ponto de contato (esfera). Os trilhos geralmente são produzidos com alumínio ou aço temperado e até inoxidável, o que aumenta a vida útil do produto.

Guia linear com patins

Utiliza um retentor para cada fileira de esferas, evitando choques entre as peças e elevando sua velocidade. Pode ser usado em combinação com eixos, de forma prática. Seu uso é mais indicado para ambientes livres de sujeira.

Guia linear de esferas

Pode ter duas, quatro ou seis fileiras de esferas. Seu movimento é restrito a um determinado grau de liberdade. Se apresenta em versões com ou sem flange, com ou sem gaiola e há ainda o modelo em miniatura. 

Ajuda a simplificar os projetos de automação e pode ser instalada em vários tipos de superfícies.

Guia linear prismática

Pode ser usada em conjuntos e tem grande capacidade de suportar cargas. É indicada para uso em fábricas de eletrônicos e semicondutores, entre outras aplicações.

guia linear prismática Kalatec

Perguntas frequentes sobre guias lineares

Ao aprender o que é guia linear, é normal surgirem perguntas. Confira agora algumas das dúvidas mais comuns relativas ao uso das guias lineares. 

Acesse os links disponíveis em cada tópico, para um conteúdo mais completo sobre cada questão.

Quais critérios devo utilizar para especificar guias lineares?

Existem inúmeros tipos de guias disponíveis no mercado e, para encontrar a ideal, é preciso fazer a sua especificação. 

Essa tarefa deve levar em conta a capacidade de movimentação da peça, avaliando quais serão as cargas dinâmica e estática necessárias. Também é preciso observar o nível de precisão, se está de acordo com o esperado. 

Esses são apenas alguns dos critérios para especificação da guia linear

Por que utilizar guias lineares, e não eixos?

Os eixos são uma alternativa para transporte de cargas eficiente, apresentando resultados similares aos das guias lineares. Entretanto, as guias se sobressaem em aspectos como maior movimentação e precisão.

Elas também são compactas, o que é levado em consideração pelas empresas. Além disso, a instalação é mais simples do que a de eixos. Conheça outras diferenças entre guias e eixos nesse post.

Como garantir que a guia linear atenderá a aplicação

O funcionamento adequado de uma guia linear depende da identificação correta de algumas características

É preciso ter em mente quais serão as cargas aplicadas, e também dimensionar as movimentações que serão realizadas, para fazer uma escolha certeira.

Também é importante checar os níveis de velocidade e aceleração oferecidos pela guia linear, assim como a faixa de temperatura suportada.

Para saber mais, confira nosso artigo sobre como garantir uma boa escolha de guias lineares.

Como acertar na escolha das guias lineares?

Para eleger a melhor guia, é preciso entender bem o que é guia linear. É preciso checar se ela contém o recurso de intercambialidade. Isso significa que a peça deve atender a padrões internacionais de medidas, como seu tamanho e nível de altura.

Isso é necessário para que as possíveis trocas futuras se tornem mais fáceis.

Também é preciso verificar qual a necessidade de manutenções da guia. Os níveis de qualidade do produto, como o material utilizado, também devem ser considerados. 

escolha corretamento os tipos de guias lineares ideiais para você

Conclusão

Agora você já sabe o que é guia linear e qual o seu valor dentro de uma empresa. Notamos a sua relevância em tornar o processo de operação mais dinâmico e preciso.

Sua versatilidade é um dos pontos altos, podendo ser ajustada para diferentes aplicações que a indústria requer, suportando até mesmo cargas altas. 

Portanto, é preciso considerar esse tipo de investimento para otimização dos sistemas de automação industrial

Sempre de olho nas demandas do mercado, a Kalatec possui uma linha própria de guias lineares, produzidas com alta tecnologia e qualidade. 

A empresa figura entre as marcas TOP FIVE (Revista NEI) do mercado industrial nacional e tem certificação ISO 9001-2000 e CNS 1268.

Consulte nossa equipe de especialistas que está pronta para te auxiliar a fazer a melhor escolha de equipamentos. Entre em contato!

Conheça as Guias Lineares da Kalatec

Posts relacionados

Edilson Cravo

Edilson Cravo

Engenheiro de Aplicação. 22 anos de experiência com 5000 visitas únicas em Indústrias. CMO da Kalatec Automação. Especialista em Controle e Automação (USP). Engenharia de Processo (MAUA) - Gestão de Inovação (ESPM) - Gestão de PME (FGV) e MBA em Vendas (PUC). Foi consultor de projetos no Instituto Nuclear Brasileiro, Embraer, Rede Globo e USP (Projeto Inspire).

Veja também

Abrir WhatsApp