Falhas em Rolamentos: implicações, causas e como identificar
Dicas para projetos

Falhas em Rolamentos: implicações, causas e como identificar

falha em rolamentos

Peças fundamentais para o funcionamento dos equipamentos industriais, os diferentes tipos de rolamentos ajudam a manter o nível adequado de produtividade. Eles interferem diretamente na preservação e na disponibilidade do maquinário.

Por isso é muito importante identificar e prevenir toda e qualquer falha em rolamentos. As causas mais comuns desses problemas estão relacionadas a lubrificação, contaminação, excesso de carga e uso incorreto.

Continue a leitura para saber os efeitos que as falhas podem causar, como elas são divididas, como surgem e de que forma detectá-las.

82-1

Quais são as consequências de falhas em rolamentos?

Encontrado em grande parcela das máquinas industriais, o rolamento exige cuidados para não prejudicar o funcionamento dos sistemas de produção.

Dependendo das condições da peça, ela pode causar efeitos indesejáveis, como:

Perda de eficiência

Quando o rolamento apresenta algum dano, como quebra ou desgaste, a performance do equipamento que ele compõe não será satisfatória, traduzindo-se em operações mais lentas e com baixa qualidade, ou seja, menos eficientes.

Isso porque a sua deterioração pode resultar em travamentos que impossibilitam a continuidade das atividades.

Aumento dos custos

A substituição e os reparos de rolamentos danificados gera gastos para a empresa, que poderiam, muitas vezes, ser evitados.

Outras peças também podem sofrer avarias por causa das vibrações ou temperaturas excessivas ocasionadas por falha em rolamentos, como os eixos e mancais, exigindo troca.

As manutenções corretivas também demandarão recursos, resultando em prejuízo financeiro para a empresa e atrapalhando o planejamento e a organização das operações.

Perda de produtividade

Até que o problema seja resolvido, a produção é interrompida, equipe e máquinas ficam ociosas, elevando o tempo de inatividade. A parada não planejada compromete também o fluxo da linha de produção.

Por causa disso, a rentabilidade da operação diminui, comprometendo o cumprimento das metas da fábrica.

Classificação das falhas em rolamentos

As irregularidades mais comuns que ocorrem em rolamentos podem ser classificadas em dois grupos.

Pré-operacionais

Essa categoria se refere aos danos que acontecem antes ou durante a instalação do rolamento.

Podem ser: ajustes incorretos da máquina, do eixo e da caixa de mancal; assento defeituoso do rolamento; desalinhamento; método de montagem inapropriado; excesso de tensão elétrica; manuseio e armazenagem irregulares; etc.

Operacionais

As falhas operacionais ocorrem quando o rolamento está em atividade, ou seja, sendo usado.

Se referem a: pouca ou excessiva lubrificação; baixa vedação; desalinhamento operacional; vibração (falso brinelamento); fadiga do material; fuga de corrente elétrica através do rolamento; entre outras.

falhas em rolamento

Foto: Rolamentos Lineares Kalatec

Quais são as principais causas das falhas?

Geralmente, uma das condições a seguir é a razão de falha em rolamentos.

Lubrificação inapropriada

Uma das falhas mais comuns é a lubrificação inadequada, feita em excesso ou com aplicação insuficiente. A sua especificação errada ou a mistura de materiais pode gerar incompatibilidade.

A graxa ou o óleo devem ter boa procedência, livres de contaminações. Também devem ser seguidos os períodos e os métodos corretos para o preenchimento.

Todas essas informações podem ser obtidas com o fabricante ou fornecedor do rolamento, que faz a indicação do lubrificante ideal.

Carga excessiva

Mesmo sendo bastante resistente, cada tipo de rolamento foi projetado para suportar determinada carga e o seu limite não pode ser ultrapassado. Caso isso aconteça, a probabilidade de avarias graves é muito alta.

Portanto, devem ser adquiridas peças compatíveis com a aplicação, para que não sejam forçadas ou expostas a vibrações excessivas.

Contaminação

É essencial proteger os rolamentos e seus lubrificantes contra a contaminação por materiais como poeira, areia e água. Esses resíduos diminuem a eficiência das peças e aumentam o atrito.

Além disso, a vida útil dos rolamentos é reduzida. Por isso, é recomendada a blindagem dos componentes, uso de sistemas de filtragem e outros recursos de proteção.

Manuseio Inadequado e Instalação

A montagem é feita por pressão ou expansão térmica e, quando realizada incorretamente, também pode causar fadiga prematura ou falha em rolamentos.

A instalação requer ferramentas específicas e cuidado redobrado quanto às tolerâncias do eixo e do alojamento. O encaixe não pode ser demasiadamente apertado nem solto, sob risco de desalinhamento.

O manuseio e a armazenagem devem igualmente ser feitos com atenção, pois qualquer impacto pode deformar o rolamento.

Como identificar falhas nos rolamentos?

Segundo estudo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), os danos são identificados por meio da vibração dos componentes.

“Dessa forma, é possível analisar os sinais de vibração quando o rolamento está em funcionamento, e através dessa análise é diagnosticado o defeito”.

Para detectar falhas nas peças, fique atento a essas dicas:

  • Durante a instalação do rolamento, verifique se os limites de tolerâncias de montagem estão sendo seguidos (referentes a força, folga, etc);
  • Verifique se há indícios de contaminação, excesso de umidade ou outras condições relacionadas ao ambiente em que o rolamento está inserido;
  • Procure por descascamentos e ondulações – eles podem ser causados por sobrecarga, oxidação, pouca folga, temperaturas altas, etc;
  • Perceba se há aquecimento ou descoloração (que podem surgir por falta de folga ou lubrificação, excesso de carga, etc);
  • Observe se existem rebites quebrados ou que estão se soltando. Isso pode ocorrer devido a altas rotações; excesso de variação da rotação; desalinhamento; impactos com corpos estranhos; entre outros motivos que resultam em quebra da gaiola;
  • Confira se tem algum ponto oxidado ou corroído, problema geralmente causado por armazenamento inapropriado, penetração de água; falta de óleo protetivo; etc;
  • Cheque se há alguma parte desgastada irregularmente. O motivo para essa ocorrência pode ser: montagem mal feita; alojamento ou eixo com pouca precisão; falta de rigidez de algum componente; excesso de folga; etc;
  • Não se esqueça de realizar a manutenção das peças rigorosamente, de acordo com o estipulado pelo fabricante ou fornecedor.

Por que escolher os rolamentos da Kalatec?

A Kalatec possui linhas completas de rolamentos, projetados para uma vida longa e com durabilidade satisfatória. Seus produtos têm alta qualidade, tradição no mercado e são fabricados atendendo a rigorosos padrões.

Além disso, têm baixo custo e alta capacidade de carga. É o caso da Série LMF de Rolamentos Lineares, que se diferencia pela construção com flanges.

Já os Rolamentos Lineares da Série SMA são montados em blocos de alumínio e têm fácil aplicação em muitos projetos, com instalação econômica e rápida.

Outro produto que se destaca é o Rolamento Linear Pillow Block Aberto. Desenvolvido para utilização em conjunto com eixos com suporte linear de alumínio, ele apoia, guia, localiza e move componentes com precisão.

As principais aplicações incluem linhas de automação em fábricas, medicina, embalagem, máquinas-ferramentas, semicondutores, impressoras 3D, montagem automotiva, aeroespacial e processamento de alimentos.

82-2

Conclusão

Esperamos que tenha ficado mais claro para você a importância do conhecimento sobre todo tipo de falha em rolamentos.

Entender suas consequências em uma linha de produção é essencial para saber que essa peça influencia diretamente no nível de eficiência de uma empresa.

A classificação das falhas ajuda os gestores a planejarem vistorias e manutenções, cruciais para identificar danos no momento certo, ou seja, antes de gerarem prejuízos.

Como você pôde ver, se atentar para as falhas e para a sua prevenção é um cuidado que vale a pena tomar, para prolongar a vida útil dos equipamentos e não comprometer o fluxo produtivo.

Gostou do artigo? Então continue navegando pelo blog para conferir outros temas de seu interesse!

Posts relacionados

Edilson Cravo

Edilson Cravo

Engenheiro de Aplicação. 22 anos de experiência com 5000 visitas únicas em Indústrias. CMO da Kalatec Automação. Especialista em Controle e Automação (USP). Engenharia de Processo (MAUA) - Gestão de Inovação (ESPM) - Gestão de PME (FGV) e MBA em Vendas (PUC). Foi consultor de projetos no Instituto Nuclear Brasileiro, Embraer, Rede Globo e USP (Projeto Inspire).

Veja também

Abrir WhatsApp