4 razões inusitadas para utilizar o IHM em uma máquina industrial

0 Flares Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Uma interface homem-máquina, também conhecida como IHM, serve como “ponte” entre a pessoa (operador) e uma máquina industrial. É algo que aparece na forma de painéis touchscreen, sensores ou mesmo botões. Com a evolução da tecnologia, as interfaces têm avançado.

Além dos usos tradicionais, o elemento pode ser aplicado por motivos inusitados. Ao conhecer os principais, é possível entender se essa é uma solução que se aplica às necessidades do seu projeto de automação.

Portanto, veja quais são 4 motivos pouco comuns, mas importantes, para o uso de IHM em uma máquina industrial!

1. A exigência de uso da nuvem tem a ver com a Internet das Coisas

Ao pensar em novos motivos para recorrer a essa ferramenta, a utilização da nuvem é um dos principais. Basicamente, a interface pode servir para coletar e enviar, periodicamente, os dados para o servidor remoto, conhecido como nuvem,

Além de isso garantir o backup de informações, é um meio de aumentar a acessibilidade e a integração. É, especificamente, um recurso adequado para incorporar a máquina em questão ao conceito de Internet das Coisas (IoT).

É graças a essa mobilidade e troca de dados que passa a ser possível unir os componentes e torná-los mais inteligentes. Dessa maneira, há como entrar na Indústria 4.0 e explorar os seus benefícios.

2. O controle à distância é outra possibilidade com o uso de IHM

Dependendo do caso, a interface homem-máquina também serve para garantir o controle à distância da máquina industrial. Se, em outros tempos, isso era impensável, hoje esse uso inusitado já é uma alternativa real.

Novamente, temos a questão da nuvem como fator predominante. Com o envio das informações, é possível utilizar dispositivos móveis, como tablets de controle. Além de oferecer mais segurança, é algo que aumenta a comodidade, a eficiência e a praticidade de atuação, de modo geral.

3. Os processos industriais podem ter influência da interface

Ao contrário do que se pensa, o uso de IHM não se limita à manufatura, como de veículos ou outros produtos. Ela também é válida para os diversos processos industriais, inclusive de maneira “intermediária”. Ou seja, mesmo que não se trate da fabricação direta do produto final, o recurso pode ser utilizado.

Ele é adaptável a diversos setores, como de óleo, gás e mineração. Também pode ser aplicado para obter mais segurança, já que, como visto, permite o controle à distância. Por isso, não deixa de envolver algo diferenciado e até inusitado, em relação à ideia tradicional.

4. A necessidade de precisão pode ser uma das principais razões para o uso

Nem sempre a produtividade é a razão principal para o uso de IHM em máquinas industriais. Em alguns casos, esse recurso também é essencial por uma questão ligada à necessidade de precisão, especialmente em algumas indústrias.

Em setores como aeronáutica, área militar ou mesmo segmento da saúde, a precisão é crucial para o sucesso e até para a segurança. Por isso, o controle de máquinas com ajuda humana se torna essencial. As interfaces vêm para facilitar essa interação e, assim, garantem a execução dentro do previsto.

A utilização de IHM em máquinas industriais pode fugir do óbvio, justamente, para atender melhor às necessidades. Com a implementação correta, é possível aproveitar todos os benefícios desse recurso.

Se quiser potencializar o uso desse elemento, veja como criar interfaces amigáveis!

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0 Flares Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×